segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A maior verdade da Religião


Filipenses 1: 18

Almeida corrigida e revisada fiel
"Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda."

Nova versão internacional
Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrar-me,

Nova tradução na linguagem de hoje:
"Mas isso não tem importância. O que importa é que Cristo está sendo anunciado, seja por maus ou por bons motivos. Por isso estou alegre e vou continuar assim."


O Cristianismo do século XXI tem se baseado muito nesta parte de seu livro para "expandir" suas fronteiras.

Vemos diariamente o quanto os cristãos estão mentindo com um único objetivo, o de converter "membros" à sua religião.

Moral, verdade, realidade, tudo sendo trocado por mentiras e mentiras muito mais que mentirosas.

Quanto vale dar seqüência e inserir "crescimento" em sua religião?

Em "As formas elementares da vida religiosa" Durkheim nos diz que a religião individual (pessoal) é alimentada e mantida quando fazemos com que pessoas passem a integrar nosso grupo, ou seja, cada pessoa que convenço a se "converter" à minha religião faz com que minha "fé" seja "aumentada".

Se por exemplo eu sair por aí dizendo para todos que me encontrei com o grande Falcão Azul Falante e que ele prometeu levar um grupo específico de pessoas para o paraíso que fica em outra galáxia, onde existem dois sóis, onde não há noite, apenas dia e onde existe uma terra muito melhor que esta, onde não há poluição e existem fontes da juventude. Se assim eu disser e se eu encontrar pelo menos uma pessoa que acredite, minha crença neste fato inventado por mim chegará a um nível em que eu mesmo irei passar a acreditar.

Quanto mais pessoas eu conseguir convencer, mais estarei convicto de que a AAF (Águia Azul Falante) existe realmente.

É o que vemos no cristianismo.

Nenhum dos cristãos deste planeta esteve com seu líder (Jesus Cristo), mesmo assim muitos dizem ter conversado com ele.

Nenhum dos cristãos esteve com o pai de Jesus Cristo (intitulado Deus), mesmo assim muitos dizem ter experiências e contatos com tal ser mitológico.

Nenhum dos cristãos esteve com a mãe de Jesus (Maria), mesmo assim muitos afirmam tê-la visto e conversado com ela por diversas vezes.

E quanto mais pessoas são convencidas de que conversamos com estes seres, mais nossa ilusão é aumentada.

Existem pessoas que afirmam conversar com nossos familiares mortos, porém, isto não passa de uma grande mentira. Apesar destes saberem disto, passam a acreditar que tem este poder simplesmente  porque as pessoas acreditam que eles o tem.

Esta "idéia" pode ser estendida além dos muros da religião, desde meros pescadores, com suas histórias de grandes pescarias, até grandes políticos com suas promessas sem fundamento. Existem políticos que prometem fazer obras e ao término do mandato acreditam até que fizeram, mesmo sem ter feito nada do que prometeram (Político: "Está vendo aquela ponte que fiz?" - Cidadão: "Qual ponte?" - Político: "Catástrofe, um Tsunami levou.").

Afinal de contas, 

"Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrar-me"


Evaldo Wolkers.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...