domingo, 28 de setembro de 2014

Chega de eleger esses espinheiros!


 

"Certo dia as árvores saíram para ungir um rei para si. Disseram à oliveira: 'Seja o nosso rei!' A oliveira, porém, respondeu: 'Deveria eu renunciar ao meu azeite, com o qual se presta honra aos deuses e aos homens, para dominar sobre as árvores?' Então as árvores disseram à figueira: 'Venha ser o nosso rei!' A figueira, porém, respondeu: 'Deveria eu renunciar ao meu fruto saboroso e doce, para dominar sobre as árvores?' Depois as árvores disseram à videira: 'Venha ser o nosso rei!' A videira, porém, respondeu: 'Deveria eu renunciar ao meu vinho, que alegra os deuses e os homens, para ter domínio sobre as árvores?' Finalmente todas as árvores disseram ao espinheiro: 'Venha ser o nosso rei!' O espinheiro disse às árvores: 'Se querem realmente ungir-me rei sobre vocês, venham abrigar-se à minha sombra; do contrário, sairá fogo do espinheiro e consumirá os cedros do Líbano!'" (Juízes 9:8-15; NVI)

A passagem bíblica acima citada refere-se ao Apólogo de Jotão e relata uma situação de luta pelo poder que aconteceu na história do povo israelita, quando aquela nação, passivamente, havia permitido que um homem perverso chamado de Abimeleque reinasse sobre o país.

Muitas vezes reclamamos dos políticos que governam ou legislam em nome da população brasileira. Contudo, consentimos que eles sejam eleitos e ainda reeleitos, o que acaba sendo muito pior. Pois assim como o espinheiro mentiu prometendo sombra, mesmo sendo uma árvore baixa, não raramente caímos nas lábias desses mentirosos oportunistas, os quais oferecem coisas que jamais poderão ser concretizadas.

Mas por que elegemos sempre o espinheiro ao invés da oliveira, da figueira ou da videira?!

Será a ingenuidade? O medo? Ou porque somos de alguma maneira coniventes com essa corja de corruptos aceitando argumentos do tipo "ele rouba mas faz"?

Caramba! Será que o eleitor do PT não consegue ver os podres de Lula e Dilma como os desvios de dinheiro do caso do "Mensalão" e agora esse escândalo na Petrobrás?!

Desde o ano de 2010, tenho acompanhado a luta de uma mulher cristã que, pela segunda vez consecutiva, está candidatando-se à Presidência da República. De Norte a Sul, Marina Silva tem percorrido o país expondo as suas propostas num curtíssimo tempo de televisão. Porém, naquelas eleições, o brasileiro nem ao menos lhe deu a chance de disputar o segundo turno e ainda houve evangélicos que a difamaram injustamente. Já dessa vez, ela se encontra melhor colocada nas pesquisas, mas precisará muito do nosso apoio para chegar lá.

Não sou contra que os crentes verdadeiros (aqueles que de fato seguem a Cristo) coloquem seus nomes à disposição para disputarem cargos eletivos. Penso que, se for da vontade de Deus, a eleição de uma pessoa íntegra pode até cumprir um propósito bem significativo, mesmo que seja apenas durante um período na história. Todavia, o que não se pode fazer é sermos omissos a ponto de permitirmos a ascensão do "espinheiro" ao poder. Ainda mais se vivemos dentro de um regime democrático em que temos direito de votar e dar nossas opiniões.

Desejo que a população brasileira fique mais atenta contra a demagogia dos que hoje se encontram no poder e que sejamos capazes de expulsar com o voto todo político espinheiro.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...