sábado, 20 de novembro de 2010

Aversão Ao Diferente


Por Levi B. Santos

Pelo andar da carruagem pressinto que a religião ocidental, jamais vai ajudar alguém sem lhe cobrar algo. A compaixão jamais estará presente em cada um de nós, se não nos vermos na pele daquele que sofre preconceito. Mas a religião que se vê por aí, pugna por todo um mecanismo de dominação, cuja base é forçar o indivíduo a esconder os próprios sentimentos.


Isso já começa desde cedo, quando os atos psíquicos originais da criança, através de subornos, são substituídos por meros clichês de convivência social. Sem poder expressar os seus sentimentos, o ser em formação vai se adaptando a um regime de escravidão psicológica dentro de um mundo ilegítimo e estéril.


E as instituições religiosas com raríssimas exceções se alimentam desse maniqueísmo rotulado de “amor pelas almas”.



Ela, a criança, aprenderá no mínimo, que AMAR, é ter que dominar o outro, e submetê-lo aos seus próprios poderes e ditames.


Quão difícil é encontrar lugar para o amor no meio dessa engrenagem chamada “sociedade cristã” que tudo confunde: desejo se confunde com fé; dependência se confunde com benevolência; ações egoístas se confundem com amor e altruísmo.

A homofobia (aversão ao homossexual) tem raízes profundas, e faz parte do rol das aversões cujo fundo é sempre o mesmo: repelir aquilo ou aquele que nos é estranho, ao que não combina conosco. Mas isso tudo é semeado durante a nossa primeira infância Não podemos negar que aquele ser que se comporta diferentemente de nós abala as nossas estruturas, e, quando o discriminamos, estamos inconscientemente protegendo os nossos recalques.


Nunca é demais lembrar os “bodes expiatórios” do Velho Testamento. Eles ainda estão presentes, hoje, no “amoroso cristianismo de resultados”. Se não se lembram, o bode expiatório era aquele que levava sobre si os pecados “ocultos e bem ocultos” do santo povo judeu. Nessa história tinha mais um agravante: esse bode tinha que sumir para bem longe dos olhos dos irrepreensíveis homens de Javé.



P.S.: Achei muito pertinente, trazer esse pequeno texto à baila. Que cada um desarme
seu espírito e reflita sobre ele.


FONTE: Comentário que fiz ao texto recentemente postado: “Deus Condena a Prática Homossexual — no blog Botequim do Edu
Imagem: rabiscarepreciso.blogspot.com
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...