quarta-feira, 21 de abril de 2010

Contestação das propaladas evidências da existência de Deus

Prezados confraternos, estou numa fase de leituras. Ando lendo muitas coisas, e sinto que tudo que disser agora será pura cópia de opiniões alheias que ando lendo. Nesta fase, prefiro não escrever.

No entanto, compartilharei convosco um texto que li a pouco, e peço que leiam no site original a continuação (não quero infrigir os direitos do autor).

Segue um pedaço do texto:

Contestação das propaladas evidências da existência de Deus

Atributos de Deus
A Bíblia descreve os atributos do ente a que se denomina Deus. Mas não é capaz de provar que isto não seja apenas um conceito, não correspondente a nenhum ser de fato existente. A Teologia é, pois, um conhecimento inteiramente vazio, meramente descritivo, do mesmo modo que se pode estudar como são os deuses mitológicos gregos pela leitura da Ilíada e da Odisséia, sem considerar que eles de fato existam. Ou os deuses do panteão hinduísta a partir da leitura dos Vedas. O Corão também descreve Deus com atributos diferentes da Bíblia e os islamitas o consideram como revelado pelo arcanjo Gabriel a Maomé. Allan Kardec, em seus escritos, considerados revelações pelos espíritas, traça um panorama inteiramente diferente do mundo espiritual. Quem está certo, e porque?
Citações bíblicas que dizem que Deus é real merecem mais crédito do que os textos de Allan Kardec que dizem que a alma se reencarna, por que? Porque se tem fé nelas? Mas há quem tenha fé no espiritismo (que não tem nada de cristão como algum o proclamam), ou em Brahma e Shiva.

Continuem lendo em: http://www.ruckert.pro.br/blog/?p=3769

Aos preguiçosos, sinto muito, mas pensar é um exercício, e certas leituras são complicadas mesmo.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...