domingo, 23 de dezembro de 2012

C. P. F. G. ― RETROSPECTIVA 2012




Pela segunda vez (a primeira foi em dezembro do ano passado) tomo a iniciativa de postar algumas frases emblemáticas e cheias de graça, que foram publicadas neste recanto do Google no decorrer de 2012.

São pérolas de comentários realizados no calor do embate de idéias entre confrades que ainda permanecem resistindo às intempéries do tempo em um barco, que um dia, foi sonhado e projetado para ser um navio de grande porte.

Aos confrades que continuam a manter esse blog no ar, dedico, nesse alvorecer de 2013, as duas últimas estrofes do famoso samba − “Argumento” − de Paulinho da Viola:
“Sem preconceito ou mania de passado
Sem querer ficar de lado de quem não quer navegar
Faça como o velho marinheiro
Que durante o nevoeiro
Leva o barco devagar”.


Janeiro

“Nada existe mais fascinante que a mente humana no tocante à fértil glorificação de seus ídolos, sejam pagãos ou divinos”.(Altamirando)
 [comentário à postagem – Responsabilidade Existencial de Jesus – de Gresder]

“Nesse nosso mundo do toma-lá-dá-ca, o Rei e seus Parceiros serão sempre intocáveis. Poderão até ser demitidos como os sete ministros da Dilma, mas jamais deixarão de ser agraciados, pois as tetas do governo são muitas, e algumas ainda estão invisíveis ao nosso pobre olhar”. (Elídia)
[Comentário à postagem – “Uma Questão de Justiça” – de Elídia]


Fevereiro

“Que pena que o ser humano não consegue viver no mundo tal como é, sem utopias de um paraíso seja no ‘lá e depois’ no céu, ou ‘aqui e agora’ na terra.” (Márcio)
[comentário à postagem  − “O Apocalipse de Rodrigo”]

“Eu gosto de samba e choro, mas quando certa vez disse para um professor particular de trompete (assembleiano) que eu gostava de chorinho, ele nunca mais voltou. (Isaías).
[Comentário à postagem – “Carnaval de Menino Crente” – de Levi]


Março

Por isso que adoro ficar em cima do muro (taoísticamente falando, ficar no caminho do meio); de um lado, aproveito o que a espiritualidade tem de melhor para me oferecer, do outro, não deixo de fazer meus exercícios críticos quanto a essa religião ‘meia boca dos nossos dias e posar de cético de vez em quando’. (Eduardo)
[Comentário à postagem “Conta Premiada ou Conto do Paco?” – de Altamirando]


Abril
“Como somos livres para escolher, se toda nossa ação nasce das profundezas obscuras dos porões secretos da psique -, regiões onde se encontram memórias reprimidas, esquecidas ou adormecidas em nós?” (Levi)
[Comentário à postagem – Afinal, Por que Somos Todos Assim?− de Márcio]

“Somos escravos até de nós mesmos, nosso inconsciente dita as ordens, mesmo que nossa tão apreciada razão diga o oposto. A própria busca pela liberdade é uma escravidão.” (Tiago)
[Comentário à postagem “Escravos da Pós-Modernidade” – de Levi]


Maio

“Duro é o que sou agora/Como um calo que tenho na sola/Sou homem que já não chora/Mais forte do que outrora.” (Edson)
[Comentário à postagem  − “Não Pise Nos Meus ‘Calos’ – de Levi]


Junho

“Eu não acho que a psicanálise seja ‘não verdadeira’, eu só acho que ela não dá conta de explicar tudo o que se passa neste nosso vasto mundo interior”. (Eduardo)
[Comentário à postagem – Porque Sartre é tão Foda – de Márcio]


Julho

“A mente humana também tem seus limites, é tão singular que a diferença entre o louco e o gênio só é sensivelmente notável após analisada exaustivamente”. (Altamirando)
[Comentário à postagem – Psicoterapia e Fé – de Eduardo]


Agosto

“ ‘E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito – falei... Depois de uma semana meu amigo Regis foi na minha casa e falou que a dona da casa queria agradecer pessoalmente a mim porque aquela palavra tinha libertado o seu marido da bebida alcoólica’ “ (Hubner).
[Comentário à postagem – A Luta Contra a Grave Doença do Alcoolismo – de Rodrigo]


Setembro

"Não se conversa sobre ateísmo nem com papagaio nem com ‘crentes’, os dois só repetem o que lhes ensinam. Tem preguiça de usar o cérebro." (Eduardo)
[Comentário à postagem – A Verdade Fundamental” – de Altamirando]


Outubro

“Tudo perde a beleza, fica pasteurizado. O Cascão toma banho, a Magali faz regime, o Cebolinha fala certo”. (Bill)
[Comentário à postagem – “No Mercado Humano” – de Levi]

“Os desenhos da Disney estão cheios de mensagens subliminares. Em muitos casos são temas sexuais (como esse do logotipo da Globo); será que isso teve algum peso na revolução sexual dos anos 60 e na erotização sem freio da sociedade atual?” (Eduardo)
[Comentário à postagem – Propaganda Subliminar – de Altamirando]


Novembro

“O que eu suspeito é que não existe crente que, por mais crente que seja não tenha, nem que seja por um segundo duvidado da existência de deus; mas também, não tem um ateu que, por mais ateu que seja, não teve pelo menos um segundo na sua vida que não duvidou da não existência de deus” (Márcio).
[Comentário à postagem − Meus Pecados De Ateu” – de Márcio]


Dezembro

“Em nossa sociedade cultivamos o ‘jeitinho’ de se dar bem. A desonestidade se tornou sinônimo de inteligência e banalizamos a falta de caráter. Nossos governantes são da mesma essência. Grãos da mesma safra”. (Altamirando)

“A Herança política pesa muito nessa balança. Já havia mensalão no tempo do império!!!” (Eduardo)

[Comentários à postagem – Feliz 2013 Para a América- Latina?!” – de Levi]

sábado, 15 de dezembro de 2012

Feliz 2013 Para os Latinos-Americanos?!




Por Levi B. Santos



Em meu peito a esperança ainda não esmoreceu por completo.

Tenho um fiapo de esperança que 2013 seja o ano da nossa decolagem. Seja, enfim, um ano venturoso, como dizem os cartões de Natal.

Que o ano que se aproxima nos redima deste horroroso título: o de campeão mundial em homicídio.

Que o número de homicídios, que vem declinando no mundo inteiro não aumente mais a cada ano em nossa América Latina.

Tivemos em 2011, só no Brasil, cerca de 41 mil homicídios.

Nosso desejo é chegar, pelo menos, ao nível do Afeganistão, que, mesmo em clima de guerra, teve 3.238 mortos durante 2011.

Este ano foram assassinadas 112 pessoas por dia na nossa gentil pátria. Seria uma boa, se no próximo ano pudéssemos chegar ao atual nível do México: 71 assassinatos por dia.

Por que tantos assassinatos? Por que tanta violência meu Deus?

Seria a pobreza a sua causa? Mas a China tem mais pobres e menos homicídios!

Seria o consumo de drogas? Mas os EUA são os maiores consumidores de drogas e estão muito atrás de nós nas taxas de homicídios!

Seria o narcotráfico, meu Senhor? Mas o Marrocos vende drogas para Europa e a taxa de homicídios é muito inferior a do México e a do Brasil!

Seria a democracia a culpada? Mas a Índia – a maior democracia do mundo e um dos países mais pobres do mundo tem um índice de homicídios muito mais baixo que o nosso!


Seria a impunidade? Mas no Brasil o STF aumenta a sua produtividade a cada ano!

Seria a falta de Leis?  Mas, o Brasil é o país que tem maior quantidade de leis e decretos do mundo!

Seria a inexistência de saúde pública? Mas nós temos o maior sistema de saúde gratuita do mundo: o SUS!

Seria a desigualdade social? Mas nós temos o maior programa eleitoral de distribuição de mesadas à população de baixa renda: o Bolsa Família.

Enquanto 2013 não chega, caro leitor, mergulhemos mais em nós mesmos, para ver se encontramos as causas de tantos males.


P.S.:
Texto baseado no artigo ― “Uma Tragédia e Uma Esperança” — do cronista de origem Venezuelana, Moisés Naím ,  publicado na Folha de São Paulo de 14 de dezembro de 2012.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

A privataria tucana: nova arma petista na guerra para ver quem é mais corrupto








Os defensores do petismo, gente de visão unilateral, tem feito grande esforço para por em destaque o livro "A Velha Imprensa e a Privataria Tucana" de Amaury Ribeiro Jr.  Eu não tenho(ou procuro não ter) visão unilateral. Claro está que o livro não está tendo a atenção que merece na grande mídia. Claro que isso demonstra privilegiar a "não informação" que não interessa a ela(a grande imprensa).

 Ora, fui sempre crítico do governo FHC com a corrupção que também rolava por lá, inclusive com a compra de votos para a reeleição de Fernando Henrique. Mas os cães de guarda petistas estão inconscientemente, querendo mandar a mensagem: "nós somos corruptos mas eles também são...", mesmo negando que nunca houve mensalão, que toda a cúpula Petista foi injustamente condenada pelo STF e blá blá blá.

 A grande verdade(que não é novidade alguma) é que esses dois partidos, PT e PSDB(e todos os outros menores que gravitam na órbita dos dois) são corruptos. Mas os petistas vão morrer negando que seu príncipe da ética Lula, de nada sabia e que não houve Mensalão. Aliás, uma afirmação paradoxal: se não houve Mensalão, o que haveria para saber?

A cúpula quis transformar um grandioso esquema de corrupção em "sobras de campanha de Caixa Dois"(era isso que o Lula não sabia...!!!!), como se isso fosse a coisa mais normal do mundo - o Caixa Dois e o Lula não saber a quantas iam as finanças da sua campanha. Mas a mentirinha não colou, claro. 


Assim escreveu Altamiro Borges em seu Blog:

"O livro de Amaury Ribeiro não é apenas “uma luz sobre este passado ainda imerso nas sombras”. É um canhão de holofotes que devassa os subterrâneos da privatização, “o maior assalto ao patrimônio público da história do Brasil”. É a peça que faltava para entender o que ocorreu naquele período de êxtase neoliberal, de desmonte do estado, da nação e do trabalho.

Nas suas 343 páginas, um terço delas com documentos oficiais, o livro comprova que a privataria serviu para enricar meia dúzia de empresários, que concentraram ainda mais as riquezas, mas também para desviar recursos públicos para tucanos de alta plumagem, que se utilizaram de mecanismos engenhosos de lavagem de dinheiro e de paraísos fiscais.
"

Vou torcer para que o PT consiga emplacar uma CPI para investigar a "privataria tucana"; que os nobres políticos de ambos os partidos (PT e PSDB) se mordam e se ataquem até que ambos estejam mortos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...