terça-feira, 11 de dezembro de 2012

A privataria tucana: nova arma petista na guerra para ver quem é mais corrupto








Os defensores do petismo, gente de visão unilateral, tem feito grande esforço para por em destaque o livro "A Velha Imprensa e a Privataria Tucana" de Amaury Ribeiro Jr.  Eu não tenho(ou procuro não ter) visão unilateral. Claro está que o livro não está tendo a atenção que merece na grande mídia. Claro que isso demonstra privilegiar a "não informação" que não interessa a ela(a grande imprensa).

 Ora, fui sempre crítico do governo FHC com a corrupção que também rolava por lá, inclusive com a compra de votos para a reeleição de Fernando Henrique. Mas os cães de guarda petistas estão inconscientemente, querendo mandar a mensagem: "nós somos corruptos mas eles também são...", mesmo negando que nunca houve mensalão, que toda a cúpula Petista foi injustamente condenada pelo STF e blá blá blá.

 A grande verdade(que não é novidade alguma) é que esses dois partidos, PT e PSDB(e todos os outros menores que gravitam na órbita dos dois) são corruptos. Mas os petistas vão morrer negando que seu príncipe da ética Lula, de nada sabia e que não houve Mensalão. Aliás, uma afirmação paradoxal: se não houve Mensalão, o que haveria para saber?

A cúpula quis transformar um grandioso esquema de corrupção em "sobras de campanha de Caixa Dois"(era isso que o Lula não sabia...!!!!), como se isso fosse a coisa mais normal do mundo - o Caixa Dois e o Lula não saber a quantas iam as finanças da sua campanha. Mas a mentirinha não colou, claro. 


Assim escreveu Altamiro Borges em seu Blog:

"O livro de Amaury Ribeiro não é apenas “uma luz sobre este passado ainda imerso nas sombras”. É um canhão de holofotes que devassa os subterrâneos da privatização, “o maior assalto ao patrimônio público da história do Brasil”. É a peça que faltava para entender o que ocorreu naquele período de êxtase neoliberal, de desmonte do estado, da nação e do trabalho.

Nas suas 343 páginas, um terço delas com documentos oficiais, o livro comprova que a privataria serviu para enricar meia dúzia de empresários, que concentraram ainda mais as riquezas, mas também para desviar recursos públicos para tucanos de alta plumagem, que se utilizaram de mecanismos engenhosos de lavagem de dinheiro e de paraísos fiscais.
"

Vou torcer para que o PT consiga emplacar uma CPI para investigar a "privataria tucana"; que os nobres políticos de ambos os partidos (PT e PSDB) se mordam e se ataquem até que ambos estejam mortos.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...