quinta-feira, 29 de março de 2012

Ademilde Fonseca - Tico-tico no fubá (1942)































Esse mês de março está de lascar!! 

De lascar com a cultura popular brasileira. Primeiro o Chico, depois Ademilde e agora, Millôr!! Céus, onde vamos parar? 
Como é triste perder três grandes talentos assim, um atrás do outro.


De Ademilde minha mãe falava com orgulho: "Ela é do Rio Grande do Norte" (ela mesma, uma natalense orgulhosa). Ela costumava cantar para eu ouvir "Tico-tico no fubá", música de Carmem Miranda e grande sucesso de Ademilde. E eu, garoto, reclamava: "Canta mais devagar, mãe, não estou entendendo nada..." 


Saudades  de Ademilde. Não foi da minha "época" como gostamos de dizer, mas eu tenho o péssimo hábito de admirar cantores que não foram da minha época. Saudades também da minha mãe, que apesar de viva e com boa saúde, mora hoje quase que completamente num mundo só seu.








O Diário do Nordeste publicou uma síntese da sua carreira:


Em 1941, foi para o Rio. Na cidade, receberia de Benedito Lacerda o título de rainha. Em 1942, gravou o primeiro dos mais de 50 discos (a maior parte, 78 rotações; nos anos 40, 50 e 60, por vezes lançou mais de um por ano). Os maiores sucessos seriam "Tico-Tico no Fubá" - o primeiro de todos -, "Brasileirinho", "O Que Vier Eu Traço" e "Apanhei-te Cavaquinho". Apresentou-se com Canhoto, Jacob do Bandolim e Pixinguinha e com a orquestra de Radamés Gnattali. Também gravou maxixes, marchas e sambas. Excursionou pelo País e pela Europa.


Tico-tico No Fubá
Carmen Miranda


Tico-tico
Tico-tico
O tico-tico tá
Tá outra vez aqui
O tico-tico tá comendo meu fubá
O tico-tico tem, tem que se alimentar
Que vá comer umas minhocas no pomar

Tico-tico
O tico-tico tá
Tá outra vez aqui
O tico-tico tá comendo meu fubá
O tico-tico tem, tem que se alimentar
Que vá comer umas minhocas no pomar

Ó por favor, tire esse bicho do celeiro
Porque ele acaba comendo o fubá inteiro
Tira esse tico de cá, de cima do meu fubá
Tem tanta coisa que ele pode pinicar
Eu já fiz tudo para ver se conseguia
Botei alpiste para ver se ele comia
Botei um galo, um espantalho e alçapão
Mas ele acha que fubá é que é boa alimentação

O tico-tico tá
Tá outra vez aqui
O tico-tico tá comendo meu fubá
O tico-tico tem, tem que se alimentar
Que vá comer é mais minhoca e não fubá

Tico-tico
O tico-tico tá
Tá outra vez aqui
O tico-tico tá comendo meu fubá
O tico-tico tem, tem que se alimentar
 Que vá comer é mais minhoca e não fubá
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...