terça-feira, 14 de abril de 2015

Mais de trinta séculos de história perdidos!




Graças aos terroristas inescrupulosos do "Estado Islâmico", a humanidade ficou mais pobre culturalmente em 2015. Segundo um vídeo divulgado pela organização extremista, seus militantes radicais utilizaram-se de explosões para destruírem as ruínas da cidade histórica de Nimrud, próxima a Mossul, no norte do Iraque. De acordo com as imagens expostas na internet, temos a comprovação de relatos sobre a destruição generalizada de um dos mais importantes sítios arqueológicos do Oriente Médio.

Considerada patrimônio cultural da humanidade, Nimrud teria sido fundada por volta do ano 1.300 a.C. e foi capital do Império Assírio. Os arqueólogos deram tal nome ao local com base no rei bíblico Nimrod, um lendário herói e caçador mencionado no livro do Gênesis, muito embora, nas Escrituras, a cidade tenha sido chamada de Cale (Kalakh). Seus afrescos e outras peças de arte eram celebradas no mundo inteiro!

Esse ato hediondo e que foi um "ataque deliberado contra a história e cultura milenar do Iraque", conforme condenado recentemente pela UNESCO, nada mais é do que uma parte daquilo que o Estado Islâmico considera como uma "guerra contra a idolatria". De acordo com autoridades iraquianas, em fevereiro, o "EI" também teria destruído a Biblioteca de Mosul, incluindo uma coleção de mais de 100 mil livros e manuscritos, além de peças que datam de até 800 anos a.C. Foi um verdadeiro genocídio cultural, pode-se assim dizer.




Ora, quantas perdas para a educação, ciência e cultura a humanidade ainda terá que sofrer por causa desses fanáticos religiosos? Segundo mostram os jornais a todo instante, eles também matam cristãos, perseguem minorias étnicas, cortam a cabeça de jornalistas estrangeiros e impõem a sharia (leis islâmicas baseadas no Alcorão) às populações que vivem debaixo de seu domínio de medo. Sabe-se, inclusive, que os caras pretendem até extirpar o clitóris das mulheres que é a tal da "circuncisão feminina". Pura loucura!

Será que a comunidade internacional continuará tão calma diante de tamanhas atrocidades?! O episódio recente da destruição de Nimrod seria um fato comparável à demolição dos Budas de Bamiyan pelos talibãs do Afeganistão, em 2001. Só que, naquele ano, por causa do ataque terrorista de 11 de setembro, houve uma reação forte dos Estados Unidos.

E o que anda fazendo o governo brasileiro? Por que o nosso Itamaraty não se posiciona condenando com veemência essa barbárie?! Por qual o motivo do PT e a grande maioria da nossa esquerda prefere se calar?! Ou será que a presidenta Dilma ainda acredita num "diálogo" com os terroristas? Fala sério!!!!!!!!

Diante dos fatos que andam ocorrendo no Iraque e na Síria, sou favorável a uma intervenção militar urgente no Oriente Médio, sendo que somente os ataques aéreos dos Estados Unidos não bastam. A ONU tem que enviar logo tropas terrestres e libertar o mundo do poder desses animais vândalos antes que seja tarde demais. Antes que exterminem o pouco que ainda resta do patrimônio cultural da humanidade nessa antiga região do planeta e não haja mais nenhum cristão ali.


OBS: Fotos divulgadas respectivamente pela BBC e RFI português.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...