sexta-feira, 26 de junho de 2015

Ressonância Límbica: O que é? Como age? Quem pode viver esse processo?




Por  Paulo Bregantin

Ressonância Límbica é uma capacidade dos mamíferos de entrar em sintonia com as manifestações internas dos outros. É a capacidade de sentir e até mesmo entender o que o outro sente, é um fenômeno que podemos dizer físico, anatômico, psicológico e espiritual.
A Ressonância Límbica facilita a leitura das emoções das pessoas que nos cercam, de modo que intensificamos nossas sensibilidades e percepções aos sentimentos e emoções das pessoas que estão em contato conosco. É uma capacidade “não verbal” que permite a adaptabilidade do nosso comportamento, sem ferir ou agredir as emoções das pessoas que nos rodeiam.
Esse processo acontece quando ficamos face a face e olhando para os olhos das outras pessoas, como se fosse “amor a primeira vista”. Outros exemplos que podemos dar sobre a Ressonância Límbica é o que sentimos como “frio na barriga”, quando o coração acelera e não temos como controlar. As mamães e papais sentem quando necessitam acordar de madrugada para aquietar seus filhos. Quando os olhos dos papais e mamães encontram os olhos dos bebês que choram e, do “nada” vão aquietando, isso é a Ressonância Límbica.
Diferente de animais, como por exemplo a tartaruga que coloca a cabeça e os membros dentro do casco, os seres humanos são seres sociáveis e a todo momento estão exercitando a Ressonância Límbica, pois a cada contato visual ou sensitivo estamos liberando esse processo em nossas vidas. Essa sintonia, se assim podemos chamar, permite uma regulagem das nossas manifestações emocionais, e é fundamental para o início e manutenção dos relacionamentos.
A Ressonância Límbica é um processo cérebro-emoção (Razão – Emoção) com desdobramentos físicos e mentais imediatos. A troca entre as pessoas acontecem em milésimos de segundos. É um olhar, um toque, um gesto, uma sensação e pronto, Estamos conectados no processo da Ressonância Límbica. É algo maravilhoso. Afeta o batimento cardíaco, a regulação hormonal, as funções imunológicas e todas as características do sono. Sim! Todos os estágios do sono inclusive o sono REM.
Quanto mais exercitamos a Ressonância Límbica mais demonstra que estamos apaixonados pelas pessoas e por nós mesmos, já a baixa Ressonância Límbica é a causadora das barreiras entre as pessoas e o afastamento de si mesmo e dos outros em nossa vida.
Engraçado, pois quando somos crianças (desde bebês), existe dentro de nós uma busca incessante pelo processo de Ressonância Límbica pelos pais, pois acredita-se que por não conhecer ainda o mundo exterior e suas possibilidades vivemos apegados aos pais e, isso é fundamental para o nosso desenvolvimento como pessoa e aprendizado da conservação e prazeres da vida. Porém, quando iniciamos o processo de independência e diminuímos a dependência dos pais e dos nossos cuidadores perdemos “parte” desse processo fisiológico e espiritual da Ressonância Límbica.
O afastamento do processo da Ressonância Límbica, pode ser o causador de dores profundas que chamo de “dores da alma” e, consequentemente produzir traços de depressão e ansiedade, pois quando ficamos sem olhar para as pessoas e perdemos a sensibilidade das questões da vida corremos o risco de desviar do caminho normal da vida. Dessa forma, ficamos mal-humorados, tristes, angustiados e desenvolvemos doenças psicossomáticas.
Já quando estamos buscando (consciente ou inconsciente) o processo da Ressonância Límbica, podemos desenvolver o bom humor, dando cores às lembranças da vida, criando possibilidades para as questões da vida, abrindo o mundo de oportunidades, verificando as percepções de si mesmo e dos outros, diminuindo os julgamentos e aumentando o carinho com as outras pessoas, criando enfim um desejo de interdependência e mutualidade, gerando o desejo intrínseco de viver em comunidade e comunhão com as pessoas.
Claro que com advindo das redes sociais perdemos um pouco desse processo, pois hoje estamos vivendo um novo tempo e, precisamos nos adaptar a essas realidades, pois não creio que o mundo vai voltar, mas que seremos cada vez mais consumidos pela tecnologia e informações digitais. Então, torna-se fundamental nutrir as amizades e os relacionamentos familiares.
A Ressonância Límbica é um processo maravilhoso que podemos retomar dentro de nós mesmo e quem sabe aprender a cada dia e, com os que nos rodeiam, que a sensibilidade e as emoções são passadas de pessoa em pessoa e, que somos um todo dentro de tudo e que não podemos viver isoladamente, mas em coletividade, harmonia e amor.
Nós somos muito mais que razão, somos emoção e espiritualidade. Somos infinitamente mais que imaginamos, pois quem nos criou, nos deu algo muito maior que nem temos ideia. Cada pessoa tem em si mesma uma fagulha divina e que pode acender a si mesmo e tantas fagulhas que conseguir.
Todas as mudanças estão dentro de nós. Todos nós podemos viver esse processo chamado Ressonância Límbica.


OBS: O autor, com 25 anos de atuação profissional, é Psicanalista Clínico e escritor com várias obras publicadas. Atua nas redes sociais como dono, gerenciando a página Paulo Bregantin e o Grupo Psicanálise Integrativa. Texto reproduzido com sua permissão e extraído com fotos de http://horoscopovirtual.uol.com.br/artigos/ressonancia-limbica-o-que-e
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...