sexta-feira, 4 de março de 2011

Ateu X Crente (repente)

Me disseram que você
Acredita até em Deus
E não podes entender
Como pensam os ateus
É por isso que os seus filhos
São mais burros que os meus

Sou ateu graças a Deus!


Você diz que os meus filhos
São mais burros que os teus
Podem até ser burros mesmos
Mas verão ao nosso Deus
Já os teus vão para inferno
O lugar de todo ateu


Sou ateu graças a Deus!

Todo ateu vai pro inferno
E o crente vai pro céu?
E nos tempos de inverno
Tem até papai Noel
Tu navegas no oceano
Num barquinho de papel


Sou ateu graças a Deus!

Tá dizendo que eu sou besta?
Me chamando de fanático?
Mas talvez você esteja
Sendo muito, muito prático
Quero agora que perceba
Que crente não é lunático


Sou ateu graças a Deus!

Não preciso perceber
Que você é um tapado
Não consegue nem viver
Se esquivando do pecado
Sua vida é se esconder
Do tridente do Diabo

Sou ateu graças a Deus!


Do tridente não me escondo
Pois tem anjo a meu favor
Outro dia eu tive um sonho
Que era um filme de terror
Eu vi tu correr pelado
Clamando ao redentor


Sou ateu graças a Deus!

Só em sonho tu vais ver
Eu clamando a Jeová
E no dia em que eu morrer
Não irei pra outro lugar
Toquem fogo no meu corpo
Depois atirem no mar

Sou ateu Graças a Deus!


No mar eu atirarei
Suas cinzas com prazer
E no juízo eu verei
Sua alma se foder
Queimarás no fogo eterno
Sem chance de arrepender


Sou ateu graças a Deus!

Minh'alma no fogo ardente?
E a sua onde estará?
Vivendo como um zumbi
Nos braços de Jeová?
Prefiro a aniquilação
Do que não raciocinar

Sou ateu graças a Deus!


Toda sua erudição
De nada adiantará
Porque na tribulação
Não adianta chorar
Pois todo filho do cão
Jesus despedaçará


Sou ateu graças a Deus!

Seu Jesus é muito mau
Sanguinário e violento
Parece até o pai dele
Do antigo testamento
Matou até o seu filho
Por causa de um juramento

Sou ateu graças a Deus!


Seu ateu filho da puta
Para de me perturbar
Senão eu chamo por Deus
Pra poder te arrebentar
Pois saiba que a minha luta
É a guerra de Jeová


Sou ateu graças a Deus!

Seu deusinho não existe
Será que você é cego?
O Deus que tu acreditas
É o mesmo deus que eu nego
Não passa de um fantasma
Criado pelo seu ego

Sou ateu graças a Deus!


Eu desisto de tentar
Encaminhá-lo a salvação
Por mim tu vai se lascar
Nas garras do cramunhão
Será atirado no lago
Depois da ressurreição


Sou ateu graças a Deus!

Eu desejo que você
Um dia seja acordado
Espero que não esteja
Muito velho e acabado
Pois verá tudo que tinhas
Mas não foi aproveitado


Sou ateu graças a Deus!

Edson Moura



Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...