quarta-feira, 5 de maio de 2010

Jesus não fez milagres

-->
          Antes de decidir se os milagres podem ou não acontecer, devemos primeiro definir o que é um milagre. Basicamente, um milagre é um evento que normalmente não pode ser explicado pelas leis da natureza. No âmbito do meu "pensamento pensante", os milagres são os produtos e o trabalho de Deus, que criou as leis naturais, bem como o universo.

          No entanto, é vital para a discussão da existência se os milagres realmente podem ocorrer, e isto nós leva a questão pressuposta das pessoas. Se alguém acredita que Deus não existe, é que, este alguém está na corrente naturalista, ou seja, todas as coisas no universo estão sujeitas a leis físicas naturais” levando os milagres a uma definição fora da existência. Ou seja, o universo é definido de tal forma que é impossível acreditar em milagres. Portanto, se alguém diz que milagres não podem acontecer, então é muito provável que ele nega a existência de Deus ou acredita no naturalismo, juntamente com sua companheira, a evolução.

          Por outro lado, se alguém acredita que há um Deus e que Deus está envolvido em tudo e em todos, então é fácil reconhecer pela razão que os milagres podem ocorrer.

          Se Deus criou o universo, como diz em Genesis, porque Deus não pode intervir no nosso mundo e fazer milagres? Tome a ressurreição de Jesus, por exemplo. Com uma pressuposição, o ateu naturalista diz que a ressurreição de Cristo não poderia ocorrer, pois as pessoas simplesmente não podem ressuscitar dos mortos, não importa o que é dito. Portanto, se a historia da ressurreição de Jesus deve estar errada a Bíblia não é confiável e testemunhas apostolicas entre outros, colaboraram com uma mentira, Jesus nunca morreu, Ele só apareceu morto, seu corpo foi roubado para torná-lo parecido com Ele ressuscitado, ou alguém morreu em seu lugar. Qualquer forma, ao afirmar que “Jesus não é Deus”, pressupõe a inexistência dos milagres, onde, permiti que o céptico não acreditasse na ressurreição de Jesus, especialmente depois três dias de estar no túmulo. O problema é que com este tipo de pressuposto, a objetividade pode ser jogada para fora da janela. Isto é especialmente irônico, pois muitos ateus consideram que os cristãos sejam loucos e falta uma objetividade.


          Se alguém acreditava que os milagres foram possíveis porque ele acreditava que Deus existe, então tudo que ele precisa fazer é olhar para o Verbo, pensar nas provas e decidir se acredita ou não acredita em milagres “como a ressurreição de Jesus.” Mais uma vez, consideram Jesus. As historias dos testemunhos oculares nos Evangelhos demostra muitas pessoas que acreditavam no Jesus ressurreto. Afinal, os romanos, que eram especialistas na crucificação colocaram guardas no túmulo de um homem “morto”. Contudo, o túmulo foi encontrado vazio. Os discípulos que tinham fugido e estavam escondidos, de repente, começou proclamando que Jesus tinha ressuscitado. Estes mesmos discípulos arriscaram a vida para ensinar que Jesus tinha ressuscitado.

          Por que eles fariam isso? Acreditar numa mentira que lhes custariam a sua vida, seu sustento, seus laços familiares, etc., A menos que realmente aconteceu.

          Desde que os cristãos não têm um pressuposto, que exclui o milagre, somos capazes de olhar para a ressurreição de Cristo, como registrado na Bíblia, pesar as evidências, e fazer uma escolha de acreditar ou não acreditar. Naturalmente, os cristãos, por padrão acreditam na ressurreição de Cristo.


          Finalmente, seria basicamente ilógico afirmar que os milagres não podem acontecer. Isso ocorre porque, a fim de afirmar uma lógica que os milagres não podem acontecer, uma pessoa tem ou conhece todas as coisas no universo para que ele possa afirmar legitimamente que milagres não podem ocorrer, ou ele deve ter alguma prova lógica para dizer que milagres é um mito, ou possuir uma suficientemente sofisticada Base de Conhecimento para contestar que os milagres são uma farsa, etc. Além disso, não é suficiente as suas respostas para afirmar que não há nenhuma evidência milagrosa, desde que, a base experiencial de uma pessoa é limitada. Pode muito bem ser que os milagres ocorreram e esta pessoa simplesmente não é consciente disso.

          Portanto, na melhor das hipóteses alguém poderia simplesmente dizer "Eu não acredito que os milagres acontecem, porque a razão me leva a isso." Pelo menos, vejo uma abertura de possibilidade nesta frase que eles podem ocorrer. E se eles podem de fato ocorrer, porque não acreditar no que Jesus disse, afirmando ser Deus (João 8:58 com Êxodo 3:14), que cumpriu as profecias do Antigo Testamento (por exemplo, Salmo 22:11-18, Isaías 07:14 ; 09:06, Miquéias 5:1-2, etc), que previu sua própria morte e ressurreição (João 2:19-21), apareceu com as pessoas depois de sua execução pública (Lucas 24:39, João 20:25 - 28), de fato realmente ressuscitou dos mortos? Desde a relatos de testemunhas oculares foram fielmente transmitidos para nós, não seria lógico acreditar que as testemunhas descreveram o que viram? É evidente que sim.

          Podem ocorrer milagres? Sim, eles podem porque há um Deus no universo que também é chamado de Jesus Cristo.

# "Pensamento pensante" - redundância do Marcinho.
# Pinturas feitas por meu amigo Duílio Galli morador de Ibitinga-SP (A Arte não é para enfeitar paredes, nem para tornar o artista rico ou famoso, mas sim para legar ao mundo algo que eternamente transmita.)


Postado por Hubner Braz.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...