sábado, 9 de julho de 2011

Meu Amor Perdido - Uma Doação de Bebê - Confissões de Joquebede Mãe de Moisés



Não era a primeira vez que meu coração estava partido e certamente não será a última. Passei as últimas semanas com tanta raiva de mim mesma. Fiz um esforço tremendo para esconder de Anrão o verdadeiro fato de está assim... Nunca irei dizer-lhe que o amo de todo meu coração, pois ele me magoou profundamente. 

Estou chateada comigo mesma por amá-lo tanto quando a clareza mostra que ele não sente o mesmo por mim.

Após essas duas semanas eu me enganei ao pensar que eu estava ansiosa para sair com pessoas novas. Solteira, olhei adiante esperando sentir borboletas no meu interior ao ver novos garotos, mas me frustrei. Quase um mês se foi que nós terminamos, e eu estava indo muito bem, foi então que aconteceu. Ou melhor, não aconteceu. Minha menstruação não veio. Droga!

Eu não sei o que me esperava. Eu não queria que Anrão voltasse pra meus braços. Quero dizer, na verdade eu queria! Mas não porque eu estava grávida. E sim por sentir sua falta, queria sua presença voluntária, nós dois, sozinhos... Eu, entregando-me aos seus braços, seus olhares, carinhos e afagos. 

Queria me despir das dúvidas, das incertezas, das inquietações permitindo que ele se perdesse nas curvas do meu corpo. Queria passar este instante, aproveitar, parar o tempo. Antes de dar à verdadeira notícia.

Mas então a realidade caiu dentro de mim. Eu nem estava preparada. Faltava pouco para explodir de raiva. Alias, foi tarde, mas percebi que o homem que eu estava apaixonada era um completo idiota, egoísta. E nisso a minha preparação, cadê... Quando me dei conta já estava amarrada a ele por muito mais tempo do que eu imaginava.

Fiquei pensando, se ele soubesse o quanto eu o amava, saberia que eu não iria engravidar de propósito. Às vezes, o controle da natalidade realmente não funciona.

Se ele soubesse a quantidade de cistos que os meus ovários tinha, se ele soubesse que para eu engravidar seria uma façanha. Se ele soubesse que eu nunca tive intenção de arruinar sua vida... Ele pensaria duas vezes antes de desistir de mim.

Eu não acho que sua vida foi arruinada, afinal eu não estava pedindo-lhe um filho, eu queria apenas seu amor, sua atenção e carinho.

No entanto, lá estava eu. Prestes a se tornar mãe pela segunda vez e agora solteira. Sinceramente, não desejava que isso acontecesse. Não é por causa de mim ou por causa de minha filha. Eu só não quero que ela pense que ser mãe e solteira é mil maravilhas.

Duas vezes. Fui fazer ultra-som. Útero é ampliado, poderia não ser nada ou poderia ser ruim. Finalmente no foco da tela surgi a imagem do que "poderia ​​ser ruim". Agora terei que decidir sobre o futuro do bebê, da minha filha, e para finalizar do meu.

Isto é onde a verdadeira história de um amor perdido começava... Eu senti isso no meu coração que eu estaria fazendo a decisão errada doando o meu bebê. No entanto, foi à única lógica. Como uma mãe pode escolher uma criança sobre a outra em nome de ser uma boa mãe?

Eu lamento a minha escolha porque sem dinheiro seria impossível eu criar, eu estava sozinha, e outra, o governante da minha cidade pediu para matar todos os bebês machos. Mas eu, sem dúvida, senti o amor do meu bebê, quando aqueles grandes olhos castanhos olharam pra mim.

Sinceramente não importa agora. Era o único jeito de protege-lo, eu já fiz. Doei meu bebê. Deixei a mercê dos perigos deste rio, as correntezas da vida o levou...

Eu queria meu bebê de volta, mas eu não posso desfazer as coisas. Concluo que perdi o amor puro por minha culpa. Eu apenas não perdi. Eu o matei. A pior parte é que às vezes choro, só porque tenho vontade de abraçá-lo. Mas agora não poderei mais...

Att. Joquebede (Mãe de Moisés) - Uma História de Ficção nos moldes da atualidade.

Referências: O texto Ex. 2.1-10 não nos revela o nome da mãe de Moisés, ficamos sabendo que seu nome é Joquebede através de outras passagens bíblicas, uma do próprio livro de Êxodo e outra de Números (Ex. 6.20 e Nm 26.29).
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...