quarta-feira, 28 de maio de 2014

Copa do Mundo 2014: Guia Para Turista.




O índice de homicídios no Brasil vem crescendo assustadoramente, a ponto de ultrapassar o de países em permanente conflito, como o Iraque, Sudão e Afeganistão. Segundo dados do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos somente em 2010 foram assassinadas 36.702 pessoas. Uma média de cem assassinatos por dia, ou seja, um a cada quinze minutos. 

Como em nosso meio se tornou comum a confecção de cartilhas de advertências, principalmente quando estão envolvidas questões graves de saúde, como epidemias de dengue, de viroses, resolveu-se, neste momento pré-Copa, fazer o mesmo: disseminar pelo país afora manuais de segurança para estrangeiros que nos visitarão e não estão tão acostumados a viver como o brasileiro ― em eterna vigilância quando sai de casa.

Em que pese a repercussão negativa entre alguns patriotas brasileiros, a idéia de Mário Leite, presidente do Comitê de Gestão da Copa do Mundo da Polícia civil de São Paulo de fazer um manual de alerta aos turistas durante a Copa foi bem sensata. “O alerta principal é para o latrocínio ― roubo seguido de morte ― para quem não tem idéia de como se comportar em uma cidade tão violenta quanto São Paulo. As orientações são claras: não reaja, não grite nem discuta (Vide Link).

Sabendo como são as coisas aqui nas terras de Dom João VI, a FIFA resolveu dar uma mãozinha: aproveitou o ensejo para editar o seu manual para turistas estrangeiros na Copa, acrescentando outros ingredientes que provocaram muita celeuma nos brasileiros de alma socialmente correta. Dizem que a reação foi tão forte, que fez com que o todo poderoso Blatter sustasse a divulgação de sua cartilha.

Para quem ainda não tomou conhecimento, seguem aí os Dez Mandamentos da Cartilha da FIFA:


1.   SIM NEM SEMPRE SIGNIFICA “SIM”
Os brasileiros são otimistas e nunca começam uma frase com a palavra “não”. Para eles “sim” talvez significa na realidade, “talvez”. Quando disserem “sim eu te ligo” é melhor que não espere que o telefone toque em cinco minutos.

2.   HORÁRIO FLEXÍVEL
A pontualidade é um conceito muito flexível no Brasil. Quando marcar com alguém ninguém espere que estará no lugar combinado na hora exata. O normal é contar com uns quinze minutos de atraso.

3.   CONTATO FÍSICO
Os brasileiros e as brasileiras não estão familiarizados com os costumes da Europa de manter distância como norma de cortesia e conduta. Eles falam com as mãos e não evitam de tocar o interlocutor. Isso pode facilmente se transformar em um beijo se a conversa estiver ocorrendo em uma discoteca, por exemplo.

4.   FAZER FILA
A paciência de esperar não é uma virtude dos brasileiros. Por exemplo: não existe uma “fila mecânica” como na Inglaterra. Os brasileiros preferem ser inteligentes, sempre se arranjando para chegar na frente.

5.   MODERAÇÃO
Quem se animar a ir a uma churrascaria, deverá praticar jejum de 12 horas e maneirar na hora de comer, já que as melhores carnes chegam na hora final.

6.   A LEI DO MAIS FORTE
A regra que dá à preferência dos carros no trânsito é simples: o veículo maior passa na frente.

7.   PROIBIDO FAZER TOPLESS
A imagem das mulheres com pouca roupa, tão típica no carnaval, pode ser enganosa e é diferente da realidade. É certo que os biquínis têm menos panos que os europeus, mas as brasileiras nunca os tiram na praia, onde fazer topless é proibido e pode resultar em prisão.

8.   A LÍNGUA ESPANHOLA NÃO VALE
Os turistas que tentarem se comunicar em espanhol terão a sensação de que estarão falando para as paredes. A língua nacional é o “brasileiro”, uma variável do português. Quem falar que Buenos Aires é a Capital do Brasil, pode estar seguro que será deportado imediatamente.

9.   EXPERIMENTAR O “AÇAÍ”
As bacias da Amazônia fazem maravilhas: previnem as rugas e tem o mesmo efeito de uma bebida energética. Algumas mordidas podem recuperar o jogador de futebol mais cansado.

10.              PACIÊNCIA
No Brasil é muito comum fazer as coisas no último minuto. A recomendação aos turistas é que tenham muita paciência. No final, tudo estará pronto a tempo. Isso pode ser aplicado aos estádios. A filosofia dos brasileiros na vida pode ser resumida com a seguinte frase: “relaxa e aproveita”.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...