quarta-feira, 2 de novembro de 2016

"CRISTO EM NÓS"




Por Guiomar Barba

“Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus". (Mateus 5:20)

Fomos marcados por traumas. Temos cicatrizes nas nossas almas. Muitos de nós temos feridas tão profundas que ainda sangram apesar do tempo e, por isso, tanto desequilíbrio emocional, tantos caracteres anômalos.

Aqueles que não conhecem a máxima do evangelho de Cristo que é "Amar ao próximo como a si mesmo" nos castigam a cada dia com difamações. São aqueles que hipocritamente esquecendo das suas próprias transgressões, tentam nos congelar nos nossos pecados.

Transcrevo o texto do Pr. Joilson Rocha que com muita propriedade nos expõe, à luz da Palavra de Deus:

“Aos 'doutores em divindade', aos 'expert em espiritualidade', aos 'promotores da justiça própria farisaica', aos 'Boanerges que querem queimar samaritanos', aos 'sem- pecado que atiram todas as pedras', aos 'que sempre exortam porque são infalíveis', enfim, à todos que se julgam tão santos e tão donos da verdade, de modo que a igreja precisa mais deles do que eles da igreja, uma Palavra: “Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, e não repara na trave que está no teu próprio? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho do teu irmão.” (Mt. 7.3,5). Vamos ser mais empáticos do que antipáticos, mais misericordiosos do que justiceiros, mais irmãos do que rivais, mais cristãos do que pagãos, mais piedosos do que dogmáticos então a “graça não será barata”, mas como disse Dietrich Bonhoeffer, será a “graça preciosa” que gera comunhão e glorificação a Deus.” 

Se nós que somos vítimas de tantas dores, através da auto piedade, usarmos esta gama de sentimentos doentios, como arma contra os nossos inimigos, não estaremos contribuindo para a nossa ruína total?

Certa vez ao abordar um cantor “cristão,” por estar agredindo a sua esposa, física e emocionalmente, ele me gritou: “Você sabe o que já passei na minha vida?” Contestei-o com o seu próprio argumento e no mesmo tom de voz dele, silenciando-o e graças a Deus, ele refletiu e mudou. 

“Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” ( 2 Coríntios 5:17).

O fato não é se alguém apenas converteu e foram cancelados os seus pecados, mas como nos aconselha o apóstolo Paulo, se estamos desenvolvendo a nossa salvação. (Filipenses 2.12). Se estamos processando a nossa salvação, evidentemente as curas do corpo, da alma e do espírito que Jesus morrendo na cruz nos proporcionou, serão refletidas através do fruto do Espírito em nós, que é: “amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” (Gálatas 5.22).
Perceba que não estamos falando de uma cura mágica, mas de um processo bem doloroso, porque exige de nós a morte da nossa carne.

Quando depois de alguns anos de convertida eu fui incentivada pelo Espírito a pedir a Deus para que eu fosse crucificada com Cristo, simplesmente passei três dias sem conseguir fazer esta oração. Eu chorava e não conseguia pedir. Quero dizer com o meu testemunho, que, quando a palavra diz: “Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.” (Gálatas 5:17), é que as nossas reações procedentes das nossas amarguras causadas pelos nossos sofrimentos, revelam que, apesar do pleno sacrifício de Jesus,

“Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças” (Isaías 53:4), nós ainda, por nossa culpa, não fomos abençoados completamente. Portanto, estamos vulneráveis a sermos a inversão medíocre do que propôs o Pr. Joilson Rocha. Ou seja, seremos mais antipáticos do que empáticos, mais justiceiros do que misericordiosos, mais rivais do que irmãos, mais pagãos do que cristãos, mais dogmáticos, do que piedosos.”

A graça para lutarmos pela a versão correta, depende do nosso SER em Cristo.


OBS: Texto e ilustração extraídos do blogue Vivendo em Cristo, conforme consta em http://davidguiomar.blogspot.com.br/2016/10/cristo-em-nos-pois-eu-lhes-digo-que-se.html
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...